Author Topic: St de 16 a 22 de Abril - Semana dos sticks  (Read 3803 times)

Offline eremita

  • Trade Count: (0)
  • Maçarico
  • *
  • Posts: 8
    • Email
Apresentação eremita
« on: February 09, 2018, 08:23:04 pm »
Boas, daqui tuga radicado na Alemanha, rendido ao barbear clássico há 3 anos.
Vou actualizando por aqui a minha experiência.
Um abraço e obrigado por terem criado este super fórum!

Offline eremita

  • Trade Count: (0)
  • Maçarico
  • *
  • Posts: 8
    • Email
Apresentação eremita
« Reply #1 on: February 09, 2018, 08:23:10 pm »
Boas, daqui tuga radicado na Alemanha, rendido ao barbear clássico há 3 anos.
Vou actualizando por aqui a minha experiência.
Um abraço e obrigado por terem criado este super fórum!

Offline eremita

  • Trade Count: (0)
  • Maçarico
  • *
  • Posts: 8
    • Email
Apresentação eremita
« Reply #2 on: February 09, 2018, 08:23:17 pm »
Boas, daqui tuga radicado na Alemanha, rendido ao barbear clássico há 3 anos.
Vou actualizando por aqui a minha experiência.
Um abraço e obrigado por terem criado este super fórum!

Offline eremita

  • Trade Count: (0)
  • Maçarico
  • *
  • Posts: 8
    • Email
Apresentação eremita
« Reply #3 on: February 09, 2018, 08:23:25 pm »
Boas, daqui tuga radicado na Alemanha, rendido ao barbear clássico há 3 anos.
Vou actualizando por aqui a minha experiência.
Um abraço e obrigado por terem criado este super fórum!

Offline eremita

  • Trade Count: (0)
  • Maçarico
  • *
  • Posts: 8
    • Email
Apresentação eremita
« Reply #4 on: February 09, 2018, 08:40:47 pm »
Boas, daqui tuga radicado na Alemanha, rendido ao barbear clássico há 3 anos.
Vou actualizando por aqui a minha experiência.
Um abraço e obrigado por terem criado este super fórum!

Offline eremita

  • Trade Count: (0)
  • Maçarico
  • *
  • Posts: 8
    • Email
Apresentação eremita
« Reply #5 on: February 09, 2018, 08:41:04 pm »
Boas, daqui tuga radicado na Alemanha, rendido ao barbear clássico há 3 anos.
Vou actualizando por aqui a minha experiência.
Um abraço e obrigado por terem criado este super fórum!

Offline Zeri

  • Moderador Global
  • Trade Count: (+2)
  • Rocket Man
  • *
  • Posts: 4922
  • À descoberta...
    • Email
ST
« Reply #6 on: February 17, 2018, 07:22:54 pm »
Dia Internacional da língua materna

Dia Internacional da Língua Materna

A língua materna estrutura-nos, é a nossa raiz, individual e grupal. Aprendemo-la na infância, crescemos nessa língua e vamos intuindo (e ajuizando sobre) o funcionamento dela. Comunicamos, pensamos, sentimos, criamos com e pela língua materna; ela é sinónimo de identidade cultural. A língua portuguesa tem cerca de 250 milhões de falantes.1

21 de fevereiro é o Dia Internacional da Língua Materna. Esta efeméride foi proclamada pela UNESCO em 1999 e reconhecida formalmente pela Assembleia Geral das Nações Unidas; o episódio que lhe deu origem remonta a 1948. Nesse ano, o Governo do Paquistão declarou o urdu como única língua oficial para todo o território; no Paquistão de Leste (atual Bangladesh), cuja maioria de falantes tinha como língua materna o bengali, houve protestos. Em 21 de fevereiro de 1952, em Dhaka, durante uma manifestação em defesa do reconhecimento do bengali, alguns estudantes universitários e ativistas políticos enfrentaram forças policiais, acabando por ser mortos.

Ao comemorar o Dia Internacional da Língua Materna pretende-se proteger todas as línguas faladas no Mundo, honrando tradições culturais e respeitando a diversidade linguística. Estima-se que metade das quase 6000 línguas faladas no Mundo esteja em risco de desaparecer; ora, como bem alerta Irina Bokova, Directora-Geral da UNESCO, a perda de línguas empobrece a Humanidade.

https://www.portoeditora.pt/espacoprofessor/paginas-especiais/educacao-pre-escolar/opiniao-pre/dia-internacional-da-lingua-materna/


O Dia Internacional da Língua Materna é celebrado anualmente a 21 de fevereiro e visa promover, preservar e proteger todas as línguas faladas pelos povos em todo o mundo.

Estima-se que existam mais de 7000 línguas em todo o globo. No entanto, metade destas corre o risco de vir a desaparecer.

Origem da data

O Dia Internacional da Língua Moderna foi proclamado pela UNESCO em 1999, sendo comemorado em todos os seus países membros, com o objetivo de proteger e salvaguardar as línguas faladas em todo o planeta.

A escolha do dia 21 de fevereiro para comemorar o Dia Internacional da Língua Materna serve para lembrar a população mundial da tragédia que ocorreu em fevereiro de 1952, na cidade de Daca, no Bangladesh. Vários estudantes foram mortos pela polícia enquanto protestavam pelo reconhecimento da sua língua - o bengalês - como um dos dois idiomas oficiais do então Paquistão.

https://www.calendarr.com/portugal/portugal-dia-internacional-da-lingua-materna/


   


O Dia Internacional da Língua Materna é comemorado em 21 de fevereiro e foi proclamado pela UNESCO em 17 de novembro de 1999. Esta data é, todavia, celebrada em Bangladesh desde 1952, a propósito do Dia do Movimento da Língua.


Formalmente, foi reconhecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas que, em 2008, estabelece o Ano Internacional da Língua. O dia é comemorado anualmente pelos Estados membros da UNESCO através da promoção da diversidade linguística e cultural.


Na mensagem deste ano, por ocasião do Dia Internacional da Língua Materna, Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, sublinha, por um lado, a importância das línguas para a identidade individual e de um grupo e, por outro, a força do multilinguismo como entendimento mútuo entre os povos para a inclusão social, a partir da troca de ideias e ampliação de novas perspetivas. Nesta mensagem, e numa época onde as tecnologias tomam o lugar do material, há ainda uma nota importante para a valorização do elo entre a língua e os livros, enquanto ferramenta de expressão compartilhada de conhecimento e de intercâmbio cultural.


Em Portugal, várias são as agências governamentais que trabalham, em parceria com outros organismos nacionais e internacionais, nomeadamente com países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e com os PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa), para a difusão e promoção da língua portuguesa. A CPLP e os PALOP são redes comunitárias que, no seu intuito maior de cooperação e concertação política e diplomática entre os países nas mais variadas áreas de intervenção, procuram a promoção efetiva da língua portuguesa como ferramenta estratégica ao nível económico, político, social e cultural. A trabalhar concretamente nesta questão, estão o Observatório da Língua Portuguesa e o Instituto Internacional de Língua Portuguesa.

Camões, Pessoa, Saramago e tantos outros que cantaram o português além fronteiras, participaram ativamente na construção da história da língua e ajudaram a Língua Portuguesa a ser distinguida como a 4º língua mais falada em todo o mundo.

http://internacional.ipvc.pt/pt/node/613

Ainda no começo....mas já comecei. :)

Offline Zeri

  • Moderador Global
  • Trade Count: (+2)
  • Rocket Man
  • *
  • Posts: 4922
  • À descoberta...
    • Email
ST
« Reply #7 on: February 17, 2018, 07:22:59 pm »
Dia Internacional da língua materna

Dia Internacional da Língua Materna

A língua materna estrutura-nos, é a nossa raiz, individual e grupal. Aprendemo-la na infância, crescemos nessa língua e vamos intuindo (e ajuizando sobre) o funcionamento dela. Comunicamos, pensamos, sentimos, criamos com e pela língua materna; ela é sinónimo de identidade cultural. A língua portuguesa tem cerca de 250 milhões de falantes.1

21 de fevereiro é o Dia Internacional da Língua Materna. Esta efeméride foi proclamada pela UNESCO em 1999 e reconhecida formalmente pela Assembleia Geral das Nações Unidas; o episódio que lhe deu origem remonta a 1948. Nesse ano, o Governo do Paquistão declarou o urdu como única língua oficial para todo o território; no Paquistão de Leste (atual Bangladesh), cuja maioria de falantes tinha como língua materna o bengali, houve protestos. Em 21 de fevereiro de 1952, em Dhaka, durante uma manifestação em defesa do reconhecimento do bengali, alguns estudantes universitários e ativistas políticos enfrentaram forças policiais, acabando por ser mortos.

Ao comemorar o Dia Internacional da Língua Materna pretende-se proteger todas as línguas faladas no Mundo, honrando tradições culturais e respeitando a diversidade linguística. Estima-se que metade das quase 6000 línguas faladas no Mundo esteja em risco de desaparecer; ora, como bem alerta Irina Bokova, Directora-Geral da UNESCO, a perda de línguas empobrece a Humanidade.

https://www.portoeditora.pt/espacoprofessor/paginas-especiais/educacao-pre-escolar/opiniao-pre/dia-internacional-da-lingua-materna/


O Dia Internacional da Língua Materna é celebrado anualmente a 21 de fevereiro e visa promover, preservar e proteger todas as línguas faladas pelos povos em todo o mundo.

Estima-se que existam mais de 7000 línguas em todo o globo. No entanto, metade destas corre o risco de vir a desaparecer.

Origem da data

O Dia Internacional da Língua Moderna foi proclamado pela UNESCO em 1999, sendo comemorado em todos os seus países membros, com o objetivo de proteger e salvaguardar as línguas faladas em todo o planeta.

A escolha do dia 21 de fevereiro para comemorar o Dia Internacional da Língua Materna serve para lembrar a população mundial da tragédia que ocorreu em fevereiro de 1952, na cidade de Daca, no Bangladesh. Vários estudantes foram mortos pela polícia enquanto protestavam pelo reconhecimento da sua língua - o bengalês - como um dos dois idiomas oficiais do então Paquistão.

https://www.calendarr.com/portugal/portugal-dia-internacional-da-lingua-materna/


   


O Dia Internacional da Língua Materna é comemorado em 21 de fevereiro e foi proclamado pela UNESCO em 17 de novembro de 1999. Esta data é, todavia, celebrada em Bangladesh desde 1952, a propósito do Dia do Movimento da Língua.


Formalmente, foi reconhecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas que, em 2008, estabelece o Ano Internacional da Língua. O dia é comemorado anualmente pelos Estados membros da UNESCO através da promoção da diversidade linguística e cultural.


Na mensagem deste ano, por ocasião do Dia Internacional da Língua Materna, Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, sublinha, por um lado, a importância das línguas para a identidade individual e de um grupo e, por outro, a força do multilinguismo como entendimento mútuo entre os povos para a inclusão social, a partir da troca de ideias e ampliação de novas perspetivas. Nesta mensagem, e numa época onde as tecnologias tomam o lugar do material, há ainda uma nota importante para a valorização do elo entre a língua e os livros, enquanto ferramenta de expressão compartilhada de conhecimento e de intercâmbio cultural.


Em Portugal, várias são as agências governamentais que trabalham, em parceria com outros organismos nacionais e internacionais, nomeadamente com países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e com os PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa), para a difusão e promoção da língua portuguesa. A CPLP e os PALOP são redes comunitárias que, no seu intuito maior de cooperação e concertação política e diplomática entre os países nas mais variadas áreas de intervenção, procuram a promoção efetiva da língua portuguesa como ferramenta estratégica ao nível económico, político, social e cultural. A trabalhar concretamente nesta questão, estão o Observatório da Língua Portuguesa e o Instituto Internacional de Língua Portuguesa.

Camões, Pessoa, Saramago e tantos outros que cantaram o português além fronteiras, participaram ativamente na construção da história da língua e ajudaram a Língua Portuguesa a ser distinguida como a 4º língua mais falada em todo o mundo.

http://internacional.ipvc.pt/pt/node/613

Ainda no começo....mas já comecei. :)

Offline Zeri

  • Moderador Global
  • Trade Count: (+2)
  • Rocket Man
  • *
  • Posts: 4922
  • À descoberta...
    • Email
ST
« Reply #8 on: February 17, 2018, 07:23:05 pm »
Dia Internacional da língua materna

Dia Internacional da Língua Materna

A língua materna estrutura-nos, é a nossa raiz, individual e grupal. Aprendemo-la na infância, crescemos nessa língua e vamos intuindo (e ajuizando sobre) o funcionamento dela. Comunicamos, pensamos, sentimos, criamos com e pela língua materna; ela é sinónimo de identidade cultural. A língua portuguesa tem cerca de 250 milhões de falantes.1

21 de fevereiro é o Dia Internacional da Língua Materna. Esta efeméride foi proclamada pela UNESCO em 1999 e reconhecida formalmente pela Assembleia Geral das Nações Unidas; o episódio que lhe deu origem remonta a 1948. Nesse ano, o Governo do Paquistão declarou o urdu como única língua oficial para todo o território; no Paquistão de Leste (atual Bangladesh), cuja maioria de falantes tinha como língua materna o bengali, houve protestos. Em 21 de fevereiro de 1952, em Dhaka, durante uma manifestação em defesa do reconhecimento do bengali, alguns estudantes universitários e ativistas políticos enfrentaram forças policiais, acabando por ser mortos.

Ao comemorar o Dia Internacional da Língua Materna pretende-se proteger todas as línguas faladas no Mundo, honrando tradições culturais e respeitando a diversidade linguística. Estima-se que metade das quase 6000 línguas faladas no Mundo esteja em risco de desaparecer; ora, como bem alerta Irina Bokova, Directora-Geral da UNESCO, a perda de línguas empobrece a Humanidade.

https://www.portoeditora.pt/espacoprofessor/paginas-especiais/educacao-pre-escolar/opiniao-pre/dia-internacional-da-lingua-materna/


O Dia Internacional da Língua Materna é celebrado anualmente a 21 de fevereiro e visa promover, preservar e proteger todas as línguas faladas pelos povos em todo o mundo.

Estima-se que existam mais de 7000 línguas em todo o globo. No entanto, metade destas corre o risco de vir a desaparecer.

Origem da data

O Dia Internacional da Língua Moderna foi proclamado pela UNESCO em 1999, sendo comemorado em todos os seus países membros, com o objetivo de proteger e salvaguardar as línguas faladas em todo o planeta.

A escolha do dia 21 de fevereiro para comemorar o Dia Internacional da Língua Materna serve para lembrar a população mundial da tragédia que ocorreu em fevereiro de 1952, na cidade de Daca, no Bangladesh. Vários estudantes foram mortos pela polícia enquanto protestavam pelo reconhecimento da sua língua - o bengalês - como um dos dois idiomas oficiais do então Paquistão.

https://www.calendarr.com/portugal/portugal-dia-internacional-da-lingua-materna/


   


O Dia Internacional da Língua Materna é comemorado em 21 de fevereiro e foi proclamado pela UNESCO em 17 de novembro de 1999. Esta data é, todavia, celebrada em Bangladesh desde 1952, a propósito do Dia do Movimento da Língua.


Formalmente, foi reconhecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas que, em 2008, estabelece o Ano Internacional da Língua. O dia é comemorado anualmente pelos Estados membros da UNESCO através da promoção da diversidade linguística e cultural.


Na mensagem deste ano, por ocasião do Dia Internacional da Língua Materna, Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, sublinha, por um lado, a importância das línguas para a identidade individual e de um grupo e, por outro, a força do multilinguismo como entendimento mútuo entre os povos para a inclusão social, a partir da troca de ideias e ampliação de novas perspetivas. Nesta mensagem, e numa época onde as tecnologias tomam o lugar do material, há ainda uma nota importante para a valorização do elo entre a língua e os livros, enquanto ferramenta de expressão compartilhada de conhecimento e de intercâmbio cultural.


Em Portugal, várias são as agências governamentais que trabalham, em parceria com outros organismos nacionais e internacionais, nomeadamente com países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e com os PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa), para a difusão e promoção da língua portuguesa. A CPLP e os PALOP são redes comunitárias que, no seu intuito maior de cooperação e concertação política e diplomática entre os países nas mais variadas áreas de intervenção, procuram a promoção efetiva da língua portuguesa como ferramenta estratégica ao nível económico, político, social e cultural. A trabalhar concretamente nesta questão, estão o Observatório da Língua Portuguesa e o Instituto Internacional de Língua Portuguesa.

Camões, Pessoa, Saramago e tantos outros que cantaram o português além fronteiras, participaram ativamente na construção da história da língua e ajudaram a Língua Portuguesa a ser distinguida como a 4º língua mais falada em todo o mundo.

http://internacional.ipvc.pt/pt/node/613

Ainda no começo....mas já comecei. :)

Offline Zeri

  • Moderador Global
  • Trade Count: (+2)
  • Rocket Man
  • *
  • Posts: 4922
  • À descoberta...
    • Email
ST
« Reply #9 on: February 17, 2018, 07:23:49 pm »
Dia Internacional da língua materna

Dia Internacional da Língua Materna

A língua materna estrutura-nos, é a nossa raiz, individual e grupal. Aprendemo-la na infância, crescemos nessa língua e vamos intuindo (e ajuizando sobre) o funcionamento dela. Comunicamos, pensamos, sentimos, criamos com e pela língua materna; ela é sinónimo de identidade cultural. A língua portuguesa tem cerca de 250 milhões de falantes.1

21 de fevereiro é o Dia Internacional da Língua Materna. Esta efeméride foi proclamada pela UNESCO em 1999 e reconhecida formalmente pela Assembleia Geral das Nações Unidas; o episódio que lhe deu origem remonta a 1948. Nesse ano, o Governo do Paquistão declarou o urdu como única língua oficial para todo o território; no Paquistão de Leste (atual Bangladesh), cuja maioria de falantes tinha como língua materna o bengali, houve protestos. Em 21 de fevereiro de 1952, em Dhaka, durante uma manifestação em defesa do reconhecimento do bengali, alguns estudantes universitários e ativistas políticos enfrentaram forças policiais, acabando por ser mortos.

Ao comemorar o Dia Internacional da Língua Materna pretende-se proteger todas as línguas faladas no Mundo, honrando tradições culturais e respeitando a diversidade linguística. Estima-se que metade das quase 6000 línguas faladas no Mundo esteja em risco de desaparecer; ora, como bem alerta Irina Bokova, Directora-Geral da UNESCO, a perda de línguas empobrece a Humanidade.

https://www.portoeditora.pt/espacoprofessor/paginas-especiais/educacao-pre-escolar/opiniao-pre/dia-internacional-da-lingua-materna/


O Dia Internacional da Língua Materna é celebrado anualmente a 21 de fevereiro e visa promover, preservar e proteger todas as línguas faladas pelos povos em todo o mundo.

Estima-se que existam mais de 7000 línguas em todo o globo. No entanto, metade destas corre o risco de vir a desaparecer.

Origem da data

O Dia Internacional da Língua Moderna foi proclamado pela UNESCO em 1999, sendo comemorado em todos os seus países membros, com o objetivo de proteger e salvaguardar as línguas faladas em todo o planeta.

A escolha do dia 21 de fevereiro para comemorar o Dia Internacional da Língua Materna serve para lembrar a população mundial da tragédia que ocorreu em fevereiro de 1952, na cidade de Daca, no Bangladesh. Vários estudantes foram mortos pela polícia enquanto protestavam pelo reconhecimento da sua língua - o bengalês - como um dos dois idiomas oficiais do então Paquistão.

https://www.calendarr.com/portugal/portugal-dia-internacional-da-lingua-materna/


   


O Dia Internacional da Língua Materna é comemorado em 21 de fevereiro e foi proclamado pela UNESCO em 17 de novembro de 1999. Esta data é, todavia, celebrada em Bangladesh desde 1952, a propósito do Dia do Movimento da Língua.


Formalmente, foi reconhecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas que, em 2008, estabelece o Ano Internacional da Língua. O dia é comemorado anualmente pelos Estados membros da UNESCO através da promoção da diversidade linguística e cultural.


Na mensagem deste ano, por ocasião do Dia Internacional da Língua Materna, Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, sublinha, por um lado, a importância das línguas para a identidade individual e de um grupo e, por outro, a força do multilinguismo como entendimento mútuo entre os povos para a inclusão social, a partir da troca de ideias e ampliação de novas perspetivas. Nesta mensagem, e numa época onde as tecnologias tomam o lugar do material, há ainda uma nota importante para a valorização do elo entre a língua e os livros, enquanto ferramenta de expressão compartilhada de conhecimento e de intercâmbio cultural.


Em Portugal, várias são as agências governamentais que trabalham, em parceria com outros organismos nacionais e internacionais, nomeadamente com países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e com os PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa), para a difusão e promoção da língua portuguesa. A CPLP e os PALOP são redes comunitárias que, no seu intuito maior de cooperação e concertação política e diplomática entre os países nas mais variadas áreas de intervenção, procuram a promoção efetiva da língua portuguesa como ferramenta estratégica ao nível económico, político, social e cultural. A trabalhar concretamente nesta questão, estão o Observatório da Língua Portuguesa e o Instituto Internacional de Língua Portuguesa.

Camões, Pessoa, Saramago e tantos outros que cantaram o português além fronteiras, participaram ativamente na construção da história da língua e ajudaram a Língua Portuguesa a ser distinguida como a 4º língua mais falada em todo o mundo.

http://internacional.ipvc.pt/pt/node/613

Aqui vai
Ainda no começo....mas já comecei. :)

Offline Zeri

  • Moderador Global
  • Trade Count: (+2)
  • Rocket Man
  • *
  • Posts: 4922
  • À descoberta...
    • Email
ST
« Reply #10 on: February 17, 2018, 07:24:09 pm »
Dia Internacional da língua materna

Dia Internacional da Língua Materna

A língua materna estrutura-nos, é a nossa raiz, individual e grupal. Aprendemo-la na infância, crescemos nessa língua e vamos intuindo (e ajuizando sobre) o funcionamento dela. Comunicamos, pensamos, sentimos, criamos com e pela língua materna; ela é sinónimo de identidade cultural. A língua portuguesa tem cerca de 250 milhões de falantes.1

21 de fevereiro é o Dia Internacional da Língua Materna. Esta efeméride foi proclamada pela UNESCO em 1999 e reconhecida formalmente pela Assembleia Geral das Nações Unidas; o episódio que lhe deu origem remonta a 1948. Nesse ano, o Governo do Paquistão declarou o urdu como única língua oficial para todo o território; no Paquistão de Leste (atual Bangladesh), cuja maioria de falantes tinha como língua materna o bengali, houve protestos. Em 21 de fevereiro de 1952, em Dhaka, durante uma manifestação em defesa do reconhecimento do bengali, alguns estudantes universitários e ativistas políticos enfrentaram forças policiais, acabando por ser mortos.

Ao comemorar o Dia Internacional da Língua Materna pretende-se proteger todas as línguas faladas no Mundo, honrando tradições culturais e respeitando a diversidade linguística. Estima-se que metade das quase 6000 línguas faladas no Mundo esteja em risco de desaparecer; ora, como bem alerta Irina Bokova, Directora-Geral da UNESCO, a perda de línguas empobrece a Humanidade.

https://www.portoeditora.pt/espacoprofessor/paginas-especiais/educacao-pre-escolar/opiniao-pre/dia-internacional-da-lingua-materna/


O Dia Internacional da Língua Materna é celebrado anualmente a 21 de fevereiro e visa promover, preservar e proteger todas as línguas faladas pelos povos em todo o mundo.

Estima-se que existam mais de 7000 línguas em todo o globo. No entanto, metade destas corre o risco de vir a desaparecer.

Origem da data

O Dia Internacional da Língua Moderna foi proclamado pela UNESCO em 1999, sendo comemorado em todos os seus países membros, com o objetivo de proteger e salvaguardar as línguas faladas em todo o planeta.

A escolha do dia 21 de fevereiro para comemorar o Dia Internacional da Língua Materna serve para lembrar a população mundial da tragédia que ocorreu em fevereiro de 1952, na cidade de Daca, no Bangladesh. Vários estudantes foram mortos pela polícia enquanto protestavam pelo reconhecimento da sua língua - o bengalês - como um dos dois idiomas oficiais do então Paquistão.

https://www.calendarr.com/portugal/portugal-dia-internacional-da-lingua-materna/


   


O Dia Internacional da Língua Materna é comemorado em 21 de fevereiro e foi proclamado pela UNESCO em 17 de novembro de 1999. Esta data é, todavia, celebrada em Bangladesh desde 1952, a propósito do Dia do Movimento da Língua.


Formalmente, foi reconhecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas que, em 2008, estabelece o Ano Internacional da Língua. O dia é comemorado anualmente pelos Estados membros da UNESCO através da promoção da diversidade linguística e cultural.


Na mensagem deste ano, por ocasião do Dia Internacional da Língua Materna, Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, sublinha, por um lado, a importância das línguas para a identidade individual e de um grupo e, por outro, a força do multilinguismo como entendimento mútuo entre os povos para a inclusão social, a partir da troca de ideias e ampliação de novas perspetivas. Nesta mensagem, e numa época onde as tecnologias tomam o lugar do material, há ainda uma nota importante para a valorização do elo entre a língua e os livros, enquanto ferramenta de expressão compartilhada de conhecimento e de intercâmbio cultural.


Em Portugal, várias são as agências governamentais que trabalham, em parceria com outros organismos nacionais e internacionais, nomeadamente com países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e com os PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa), para a difusão e promoção da língua portuguesa. A CPLP e os PALOP são redes comunitárias que, no seu intuito maior de cooperação e concertação política e diplomática entre os países nas mais variadas áreas de intervenção, procuram a promoção efetiva da língua portuguesa como ferramenta estratégica ao nível económico, político, social e cultural. A trabalhar concretamente nesta questão, estão o Observatório da Língua Portuguesa e o Instituto Internacional de Língua Portuguesa.

Camões, Pessoa, Saramago e tantos outros que cantaram o português além fronteiras, participaram ativamente na construção da história da língua e ajudaram a Língua Portuguesa a ser distinguida como a 4º língua mais falada em todo o mundo.

http://internacional.ipvc.pt/pt/node/613

Aqui vai
Ainda no começo....mas já comecei. :)

Offline Zeri

  • Moderador Global
  • Trade Count: (+2)
  • Rocket Man
  • *
  • Posts: 4922
  • À descoberta...
    • Email
ST
« Reply #11 on: February 17, 2018, 07:24:25 pm »
Dia Internacional da língua materna

Dia Internacional da Língua Materna

A língua materna estrutura-nos, é a nossa raiz, individual e grupal. Aprendemo-la na infância, crescemos nessa língua e vamos intuindo (e ajuizando sobre) o funcionamento dela. Comunicamos, pensamos, sentimos, criamos com e pela língua materna; ela é sinónimo de identidade cultural. A língua portuguesa tem cerca de 250 milhões de falantes.1

21 de fevereiro é o Dia Internacional da Língua Materna. Esta efeméride foi proclamada pela UNESCO em 1999 e reconhecida formalmente pela Assembleia Geral das Nações Unidas; o episódio que lhe deu origem remonta a 1948. Nesse ano, o Governo do Paquistão declarou o urdu como única língua oficial para todo o território; no Paquistão de Leste (atual Bangladesh), cuja maioria de falantes tinha como língua materna o bengali, houve protestos. Em 21 de fevereiro de 1952, em Dhaka, durante uma manifestação em defesa do reconhecimento do bengali, alguns estudantes universitários e ativistas políticos enfrentaram forças policiais, acabando por ser mortos.

Ao comemorar o Dia Internacional da Língua Materna pretende-se proteger todas as línguas faladas no Mundo, honrando tradições culturais e respeitando a diversidade linguística. Estima-se que metade das quase 6000 línguas faladas no Mundo esteja em risco de desaparecer; ora, como bem alerta Irina Bokova, Directora-Geral da UNESCO, a perda de línguas empobrece a Humanidade.

https://www.portoeditora.pt/espacoprofessor/paginas-especiais/educacao-pre-escolar/opiniao-pre/dia-internacional-da-lingua-materna/


O Dia Internacional da Língua Materna é celebrado anualmente a 21 de fevereiro e visa promover, preservar e proteger todas as línguas faladas pelos povos em todo o mundo.

Estima-se que existam mais de 7000 línguas em todo o globo. No entanto, metade destas corre o risco de vir a desaparecer.

Origem da data

O Dia Internacional da Língua Moderna foi proclamado pela UNESCO em 1999, sendo comemorado em todos os seus países membros, com o objetivo de proteger e salvaguardar as línguas faladas em todo o planeta.

A escolha do dia 21 de fevereiro para comemorar o Dia Internacional da Língua Materna serve para lembrar a população mundial da tragédia que ocorreu em fevereiro de 1952, na cidade de Daca, no Bangladesh. Vários estudantes foram mortos pela polícia enquanto protestavam pelo reconhecimento da sua língua - o bengalês - como um dos dois idiomas oficiais do então Paquistão.

https://www.calendarr.com/portugal/portugal-dia-internacional-da-lingua-materna/


   


O Dia Internacional da Língua Materna é comemorado em 21 de fevereiro e foi proclamado pela UNESCO em 17 de novembro de 1999. Esta data é, todavia, celebrada em Bangladesh desde 1952, a propósito do Dia do Movimento da Língua.


Formalmente, foi reconhecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas que, em 2008, estabelece o Ano Internacional da Língua. O dia é comemorado anualmente pelos Estados membros da UNESCO através da promoção da diversidade linguística e cultural.


Na mensagem deste ano, por ocasião do Dia Internacional da Língua Materna, Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, sublinha, por um lado, a importância das línguas para a identidade individual e de um grupo e, por outro, a força do multilinguismo como entendimento mútuo entre os povos para a inclusão social, a partir da troca de ideias e ampliação de novas perspetivas. Nesta mensagem, e numa época onde as tecnologias tomam o lugar do material, há ainda uma nota importante para a valorização do elo entre a língua e os livros, enquanto ferramenta de expressão compartilhada de conhecimento e de intercâmbio cultural.


Em Portugal, várias são as agências governamentais que trabalham, em parceria com outros organismos nacionais e internacionais, nomeadamente com países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e com os PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa), para a difusão e promoção da língua portuguesa. A CPLP e os PALOP são redes comunitárias que, no seu intuito maior de cooperação e concertação política e diplomática entre os países nas mais variadas áreas de intervenção, procuram a promoção efetiva da língua portuguesa como ferramenta estratégica ao nível económico, político, social e cultural. A trabalhar concretamente nesta questão, estão o Observatório da Língua Portuguesa e o Instituto Internacional de Língua Portuguesa.

Camões, Pessoa, Saramago e tantos outros que cantaram o português além fronteiras, participaram ativamente na construção da história da língua e ajudaram a Língua Portuguesa a ser distinguida como a 4º língua mais falada em todo o mundo.

http://internacional.ipvc.pt/pt/node/613

Aqui vai
Ainda no começo....mas já comecei. :)

Offline Zeri

  • Moderador Global
  • Trade Count: (+2)
  • Rocket Man
  • *
  • Posts: 4922
  • À descoberta...
    • Email
ST
« Reply #12 on: February 17, 2018, 07:24:37 pm »
Dia Internacional da língua materna

Dia Internacional da Língua Materna

A língua materna estrutura-nos, é a nossa raiz, individual e grupal. Aprendemo-la na infância, crescemos nessa língua e vamos intuindo (e ajuizando sobre) o funcionamento dela. Comunicamos, pensamos, sentimos, criamos com e pela língua materna; ela é sinónimo de identidade cultural. A língua portuguesa tem cerca de 250 milhões de falantes.1

21 de fevereiro é o Dia Internacional da Língua Materna. Esta efeméride foi proclamada pela UNESCO em 1999 e reconhecida formalmente pela Assembleia Geral das Nações Unidas; o episódio que lhe deu origem remonta a 1948. Nesse ano, o Governo do Paquistão declarou o urdu como única língua oficial para todo o território; no Paquistão de Leste (atual Bangladesh), cuja maioria de falantes tinha como língua materna o bengali, houve protestos. Em 21 de fevereiro de 1952, em Dhaka, durante uma manifestação em defesa do reconhecimento do bengali, alguns estudantes universitários e ativistas políticos enfrentaram forças policiais, acabando por ser mortos.

Ao comemorar o Dia Internacional da Língua Materna pretende-se proteger todas as línguas faladas no Mundo, honrando tradições culturais e respeitando a diversidade linguística. Estima-se que metade das quase 6000 línguas faladas no Mundo esteja em risco de desaparecer; ora, como bem alerta Irina Bokova, Directora-Geral da UNESCO, a perda de línguas empobrece a Humanidade.

https://www.portoeditora.pt/espacoprofessor/paginas-especiais/educacao-pre-escolar/opiniao-pre/dia-internacional-da-lingua-materna/


O Dia Internacional da Língua Materna é celebrado anualmente a 21 de fevereiro e visa promover, preservar e proteger todas as línguas faladas pelos povos em todo o mundo.

Estima-se que existam mais de 7000 línguas em todo o globo. No entanto, metade destas corre o risco de vir a desaparecer.

Origem da data

O Dia Internacional da Língua Moderna foi proclamado pela UNESCO em 1999, sendo comemorado em todos os seus países membros, com o objetivo de proteger e salvaguardar as línguas faladas em todo o planeta.

A escolha do dia 21 de fevereiro para comemorar o Dia Internacional da Língua Materna serve para lembrar a população mundial da tragédia que ocorreu em fevereiro de 1952, na cidade de Daca, no Bangladesh. Vários estudantes foram mortos pela polícia enquanto protestavam pelo reconhecimento da sua língua - o bengalês - como um dos dois idiomas oficiais do então Paquistão.

https://www.calendarr.com/portugal/portugal-dia-internacional-da-lingua-materna/


   


O Dia Internacional da Língua Materna é comemorado em 21 de fevereiro e foi proclamado pela UNESCO em 17 de novembro de 1999. Esta data é, todavia, celebrada em Bangladesh desde 1952, a propósito do Dia do Movimento da Língua.


Formalmente, foi reconhecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas que, em 2008, estabelece o Ano Internacional da Língua. O dia é comemorado anualmente pelos Estados membros da UNESCO através da promoção da diversidade linguística e cultural.


Na mensagem deste ano, por ocasião do Dia Internacional da Língua Materna, Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, sublinha, por um lado, a importância das línguas para a identidade individual e de um grupo e, por outro, a força do multilinguismo como entendimento mútuo entre os povos para a inclusão social, a partir da troca de ideias e ampliação de novas perspetivas. Nesta mensagem, e numa época onde as tecnologias tomam o lugar do material, há ainda uma nota importante para a valorização do elo entre a língua e os livros, enquanto ferramenta de expressão compartilhada de conhecimento e de intercâmbio cultural.


Em Portugal, várias são as agências governamentais que trabalham, em parceria com outros organismos nacionais e internacionais, nomeadamente com países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e com os PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa), para a difusão e promoção da língua portuguesa. A CPLP e os PALOP são redes comunitárias que, no seu intuito maior de cooperação e concertação política e diplomática entre os países nas mais variadas áreas de intervenção, procuram a promoção efetiva da língua portuguesa como ferramenta estratégica ao nível económico, político, social e cultural. A trabalhar concretamente nesta questão, estão o Observatório da Língua Portuguesa e o Instituto Internacional de Língua Portuguesa.

Camões, Pessoa, Saramago e tantos outros que cantaram o português além fronteiras, participaram ativamente na construção da história da língua e ajudaram a Língua Portuguesa a ser distinguida como a 4º língua mais falada em todo o mundo.

http://internacional.ipvc.pt/pt/node/613

Aqui vai
Ainda no começo....mas já comecei. :)

Offline Zeri

  • Moderador Global
  • Trade Count: (+2)
  • Rocket Man
  • *
  • Posts: 4922
  • À descoberta...
    • Email
ST
« Reply #13 on: February 17, 2018, 07:25:27 pm »
Dia Internacional da língua materna

Dia Internacional da Língua Materna

A língua materna estrutura-nos, é a nossa raiz, individual e grupal. Aprendemo-la na infância, crescemos nessa língua e vamos intuindo (e ajuizando sobre) o funcionamento dela. Comunicamos, pensamos, sentimos, criamos com e pela língua materna; ela é sinónimo de identidade cultural. A língua portuguesa tem cerca de 250 milhões de falantes.1

21 de fevereiro é o Dia Internacional da Língua Materna. Esta efeméride foi proclamada pela UNESCO em 1999 e reconhecida formalmente pela Assembleia Geral das Nações Unidas; o episódio que lhe deu origem remonta a 1948. Nesse ano, o Governo do Paquistão declarou o urdu como única língua oficial para todo o território; no Paquistão de Leste (atual Bangladesh), cuja maioria de falantes tinha como língua materna o bengali, houve protestos. Em 21 de fevereiro de 1952, em Dhaka, durante uma manifestação em defesa do reconhecimento do bengali, alguns estudantes universitários e ativistas políticos enfrentaram forças policiais, acabando por ser mortos.

Ao comemorar o Dia Internacional da Língua Materna pretende-se proteger todas as línguas faladas no Mundo, honrando tradições culturais e respeitando a diversidade linguística. Estima-se que metade das quase 6000 línguas faladas no Mundo esteja em risco de desaparecer; ora, como bem alerta Irina Bokova, Directora-Geral da UNESCO, a perda de línguas empobrece a Humanidade.

https://www.portoeditora.pt/espacoprofessor/paginas-especiais/educacao-pre-escolar/opiniao-pre/dia-internacional-da-lingua-materna/


O Dia Internacional da Língua Materna é celebrado anualmente a 21 de fevereiro e visa promover, preservar e proteger todas as línguas faladas pelos povos em todo o mundo.

Estima-se que existam mais de 7000 línguas em todo o globo. No entanto, metade destas corre o risco de vir a desaparecer.

Origem da data

O Dia Internacional da Língua Moderna foi proclamado pela UNESCO em 1999, sendo comemorado em todos os seus países membros, com o objetivo de proteger e salvaguardar as línguas faladas em todo o planeta.

A escolha do dia 21 de fevereiro para comemorar o Dia Internacional da Língua Materna serve para lembrar a população mundial da tragédia que ocorreu em fevereiro de 1952, na cidade de Daca, no Bangladesh. Vários estudantes foram mortos pela polícia enquanto protestavam pelo reconhecimento da sua língua - o bengalês - como um dos dois idiomas oficiais do então Paquistão.

https://www.calendarr.com/portugal/portugal-dia-internacional-da-lingua-materna/


   


O Dia Internacional da Língua Materna é comemorado em 21 de fevereiro e foi proclamado pela UNESCO em 17 de novembro de 1999. Esta data é, todavia, celebrada em Bangladesh desde 1952, a propósito do Dia do Movimento da Língua.


Formalmente, foi reconhecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas que, em 2008, estabelece o Ano Internacional da Língua. O dia é comemorado anualmente pelos Estados membros da UNESCO através da promoção da diversidade linguística e cultural.


Na mensagem deste ano, por ocasião do Dia Internacional da Língua Materna, Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, sublinha, por um lado, a importância das línguas para a identidade individual e de um grupo e, por outro, a força do multilinguismo como entendimento mútuo entre os povos para a inclusão social, a partir da troca de ideias e ampliação de novas perspetivas. Nesta mensagem, e numa época onde as tecnologias tomam o lugar do material, há ainda uma nota importante para a valorização do elo entre a língua e os livros, enquanto ferramenta de expressão compartilhada de conhecimento e de intercâmbio cultural.


Em Portugal, várias são as agências governamentais que trabalham, em parceria com outros organismos nacionais e internacionais, nomeadamente com países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e com os PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa), para a difusão e promoção da língua portuguesa. A CPLP e os PALOP são redes comunitárias que, no seu intuito maior de cooperação e concertação política e diplomática entre os países nas mais variadas áreas de intervenção, procuram a promoção efetiva da língua portuguesa como ferramenta estratégica ao nível económico, político, social e cultural. A trabalhar concretamente nesta questão, estão o Observatório da Língua Portuguesa e o Instituto Internacional de Língua Portuguesa.

Camões, Pessoa, Saramago e tantos outros que cantaram o português além fronteiras, participaram ativamente na construção da história da língua e ajudaram a Língua Portuguesa a ser distinguida como a 4º língua mais falada em todo o mundo.

http://internacional.ipvc.pt/pt/node/613

Aqui vai
Ainda no começo....mas já comecei. :)

Offline eremita

  • Trade Count: (0)
  • Maçarico
  • *
  • Posts: 8
    • Email
Apresentação eremita
« Reply #14 on: February 18, 2018, 12:09:04 pm »
Boas, daqui tuga radicado na Alemanha, rendido ao barbear clássico há 3 anos.
Vou actualizando por aqui a minha experiência.
Um abraço e obrigado por terem criado este super fórum!

Tags:
 

SimplePortal 2.3.5 © 2008-2012, SimplePortal